1 de set de 2012

GOLFINHOS DE TAIJI

Clique na imagem para assistir o documentário"The Cove"

Todos os anos, no dia 1º em Setembro, começa a chacina anual dos golfinhos em Taiji, no Japão, onde anualmente mais de 20 mil golfinhos são assassinados.

Os caçadores saem com cerca de 12 barcos de pesca, eles utilizam varas de aço, e batendo-as criam uma barreira sonora que confunde o sonar dos golfinhos, os quais ficam atordoados e em pânico, então são conduzidos para a enseada, onde a maioria é morta e alguns são se
lecionados para cativeiro.


O terror se instala e famílias inteiras de golfinhos, inclusive bebês, jovens e fêmeas prenhes são brutalmente mortos, sem nenhuma piedade. É incrível, mas segundo relatos, as mães fazem de tudo para não abandonar seus filhotes, elas lutam a todo custo para defendê-los, porém logo eles são separados e testemunham a morte de seus familiares e a sua própria morte.

Nesta imagem,o animal encurralado e ferido joga-se em desespero contra as pedras da enseada - é possível ver o rastro do sangue de sua família extensa no canto inferior direito.   ( Fonte: Contato Animal )

A morte é extremamente dolorosa, os golfinhos são atacados a golpes de facas e pequenos arpões, eles não morrem instantaneamente, agonizam por até uma hora com enormes cortes pelo corpo todo, alguns são arrastados por caminhões ainda com vida para serem levados a “fabrica”, onde serão eviscerados, cortados e embalados para venda de sua carne em supermercados locais.
Cada golfinho morto para a venda de sua carne rende aos caçadores cerca de 600 dólares, e os que são selecionados para cativeiro, são vendidos a aquários no mundo todo por até 200 mil dólares. Na verdade, a força que sustenta todo esse comércio, é a indústria do entretenimento, como o Sea World, e outros que promovem shows com golfinhos e outros animais marinhos.

                   

Todo ano, mais de 20.000 golfinhos são mortos, estima-se que nos últimos 20 anos, cerca de 400.000 golfinhos foram mortos em águas japonesas. Esta prática, que os japoneses chamam de “tradição” já ocorre há 400 anos. Os caçadores alegam que a caça anual tem também o propósito de “controle de pragas”, dizem que os golfinhos comem muito peixe, fato que causa prejuízo à indústria pesqueira.

Voluntários da Sea Shepherd, os Cove Guardians, realizam a campanha "Operação Paciência Infinita", registrando e mostrando ao mundo tudo o que acontece na Enseada, a vergonha que o Japão, por anos, tentou esconder.
Nesta sexta temporada (2015), a campanha foi nomeada de "Operação Henkaku," traduzido como 'Operação Metamorphosis' ou 'Transformação', onde reflete a evolução dos esforços da Sea Shepherd para terminar de uma vez por todas com a captura e a matança de golfinhos e pequenas baleias que ocorrem no local.

Saiba mais sobre os Cove Guardians :  http://seashepherd.org.br/guardioes-da-enseada-em-taiji-no-japao/

Acesse o link abaixo para assistir a transmissão ao vivo:
http://livestream.seashepherd.org/



Ajude a salvar os Golfinhos do Taiji : http://www.takepart.com/cove/takeaction

---
O documentário The COVE ( A Enseada ), vencedor do Oscar 2010, revela ao mundo o que uma pequena cidade do Japão, durante muito tempo, tentou esconder.
Assista:

The COVE ( A Enseada ) - Legendado
 Assista :  http://youtu.be/GS5gFfyN-s0

Sinopse: "The Cove" expõe a matança dos golfinhos no Japão, onde cerca de 23 mil são mortos anualmente e muitos outros são capturados para serem enviados para parques de diversões.
Na década de 1960, Ric O'Barry capturou e treinou os 5 golfinhos que interpretaram o personagem-título da série de televisão "Flipper".
Um dia, Barry veio a perceber que estas criaturas profundamente sensíveis e extremamente inteligentes nunca deveriam ser submetidas ao cativeiro do homem novamente. Esta missão de redenção o trouxe a Taiji, uma pequena cidade do Japão que parece ser dedicada às maravilhas e mistérios dos elegantes e brincalhões golfinhos e baleias que nadam ao largo das suas costas oceânicas. Mas, em uma remota enseada (a tal "cove" que dá título ao documentário), cercada por arame farpado e placas de "afaste-se", existe uma realidade tenebrosa. É aqui, na calada da noite, que os pescadores de Taiji, impulsionados por uma multi-bilionária indústria do entretenimento com golfinhos e um mercado clandestino de sua carne, participam de uma caçada invisível.
A natureza do que eles fazem é tão fria e as conseqüências são tão perigosas para a saúde humana e para o meio ambiente, que eles não medem esforços para que o mundo não veja o que acontece ali.
Acontece que agora o mundo está vendo, nesse documentário!

Nenhum comentário:

Postar um comentário